As vantagens e desvantagens do Marketing multinível

As vantagens e desvantagens do Marketing Multinível

Cada vez mais pessoas estão descobrindo que o Marketing Multinível é um ótimo meio de ganhar dinheiro, de chegar em uma meta ou objetivo e até mesmo de conquistar a independência financeira. Mas não é só isso, neste artigo vamos falar sobre algumas vantagens de trabalhar com o Marketing Multinível, mostrar estratégias para não cair em ciladas e falar sobre algumas estratégias para te ajudar a prosperar nesse modelo de vendas, que só no ano de 2017 chegou ao faturamento de R$ 45,2 bilhões segundo levantamento feito pela Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD).

 

O que é o Marketing Multinível?

Se você está chegando agora e ainda não sabe ao certo do que estamos falando, não se preocupe. O Marketing Multinível é um modelo de vendas diretas que surgiu nos Estados Unidos na década de 40 como uma variação das vendas unilevel, as conhecidas vendas de porta em porta. Nas vendas unilevel, o revendedor adquire um produto e recebe uma comissão a cada venda realizada. Nas vendas multinível, o revendedor também ganha uma participação nos lucros da venda realizada por ele, mas tem uma oportunidade a mais de lucrar: criando uma rede de revendedores. Por isso o Marketing Multinível também é conhecido como marketing em rede.

Isso quer dizer que, trabalhando com o marketing em rede, você terá a oportunidade de realizar vendas diretas e lucrar com isso, e poderá construir um grupo de pessoas que, a cada venda realizada, reverterão uma parcela do lucro a você. É uma grande cadeia de lucros que pode beneficiar muitas pessoas, e você pode se aproveitar disso com algumas dicas e estratégias que iremos abordar aqui.

Por algum tempo, acreditou-se que o Marketing Multinível era a mesma coisa que os esquemas de pirâmide, que já foram febres no Brasil. Saiba que isso não é verdade! Os esquemas de pirâmide são proibidos por lei, e ​ se diferem do Marketing Multinível por um conceito principal: o lucro é obtido somente com a entrada de novos integrantes no esquema. Muitos desses esquemas de pirâmide nem chegam a comercializar produtos, ou quando o fazem não possuem valor de mercado compatível com o investimento inicial. Dessa forma, a diferença mais básica é que o Marketing Multinível oferece um produto como principal fonte de lucro. Caso você ainda tenha dúvidas sobre o modelo de vendas de uma empresa, verifique se ela está associada à ABEVD, a ​Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas.

 

As vantagens de se trabalhar com o Marketing Multinível

A primeira grande vantagem de trabalhar com o Marketing Multinível é exatamente a possibilidade de lucrar tanto pelas vendas diretas – realizadas por você – quanto pelas vendas da sua rede. Isso quer dizer que se você tiver um bom perfil de liderança, formar um grupo forte e motivado, tem grandes possibilidades de lucrar cada vez mais, e até mesmo de trabalhar cada vez menos tempo.

Outro ponto que tem atraído muitas pessoas ao Marketing Multinível é a flexibilidade que esse trabalho proporciona. Você estabelece os seus horários e metodologia de vendas. É claro que isso vai depender muito do seu objetivo e da sua disponibilidade, e que não existe uma forma de prosperar sem se dedicar de verdade. Por isso é importante estabelecer o que você espera desse negócio. O interessante é que os riscos para quem ingressa no Marketing Multinível são bem reduzidos, por se tratar de um modelo de negócios sólido e de baixo investimento, como falaremos a seguir. De qualquer forma, você irá investir seu tempo se preparando para isso e efetivamente trabalhando, então procure ter em mente o que deseja, se é fazer uma reserva financeira para um momento de aperto, complementar a renda ou mesmo mudar de ramo de trabalho e conquistar a independência financeira. Isso vai servir de motivação e ajudar a decidir o tipo de investimento que será feito, principalmente no que diz respeito ao tempo que você vai dedicar.

Por falar nisso, ser o próprio chefe é o sonho de muitas pessoas. Esse sonho muitas vezes é barrado pela questão financeira, pois começar um negócio do zero requer um investimento financeiro alto. Você tem que adquirir uma variedade de produtos, espaço físico, mobiliário, decoração, tem que abrir uma empresa, cuidar da contabilidade, contratar pessoas, trabalhar a publicidade e a divulgação e uma infinidade de outras coisas. Cansou só de pensar, não é mesmo? Mas no Marketing Multinível, você pode pular várias dessas etapas, aproveitando a estrutura das grandes empresas que já aderiram a esse modelo de negócios. É possível aproveitar o reconhecimento da marca, a variedade de produtos e até mesmo o suporte em relação à propaganda com um investimento que não se compara ao que teria que ser feito para começar um negócio do zero. Fora a liberdade que você tem de iniciar e até mesmo de deixar rapidamente o negócio, sem precisar pensar na burocracia de abrir e fechar uma empresa, de contratar e demitir funcionários e assim por diante. Esse investimento atrativo faz com que a resposta – em forma de lucro – também seja mais rápida.

 

Quem ganha com o Marketing Multinível?

Grandes marcas têm adotado o Marketing Multinível como uma das formas de vendas, ou até mesmo a única delas por entender as diversas vantagens para a empresa, para o vendedor e, principalmente, para o cliente. Mas ainda existem polêmicas que estão envolvidas com o Marketing Multinível e que podem estar impedindo você de iniciar nesse negócio que tem mudado a vida de muitas pessoas. Vamos desmistificar algumas delas.

Antes de mais nada, vamos entender o que faz grandes empresas investirem nesse modelo de vendas. Um dos principais motivos é que as empresas que adotam um sistema de vendas diretas não estabelecem vínculos empregatícios com os revendedores. Isso quer dizer que não existe contrato, que os vendedores são independentes. Essa pode ser uma excelente vantagem para quem gosta de trabalhar com liberdade, sendo seu próprio patrão, estabelecendo investimento, metodologia e horário de trabalho.

Outro motivo que tem chamado a atenção das empresas é a qualidade do atendimento e a possibilidade de atingir outros tipos de público. Um dos conceitos que você deve entender primeiro é que o Marketing Multinível possibilita um caminho mais curto entre a marca e o consumidor. Corta-se a estrutura física – as lojas – e todas as implicações disso, como aluguel, contas, mobiliário, e uma grande quantidade de funcionários. Isso faz com que o preço final do produto seja bem mais baixo e que a margem de lucro do revendedor possa ser bem interessante. As implicações disso são muitas, entre elas o valor competitivo de mercado para o consumidor e a motivação do revendedor por uma boa comissão. Daí temos o gancho para a próxima vantagem: a qualidade do atendimento.

Com comissões convincentes e condições de trabalho flexíveis, os revendedores costumam ter mais motivação para trabalhar. Como resultado, observamos que os grandes destaques nessa área são pessoas que sabem falar sobre os produtos que vendem, que estudam sobre os métodos de vendas e que atendem os clientes com muita atenção e educação. Isso tudo cria uma clientela fiel, que fortalece a marca. No final, é tudo um grande ciclo de vantagens para todos os lados.

 

Mas será que esse é um negócio para mim?

O interessante do Marketing Multinível é que você não precisa de um perfil específico para trabalhar com esse modelo de vendas. Você pode ser um revendedor de sucesso independente do seu sexo, idade, escolaridade ou experiência profissional. Na verdade, hoje em dia as possibilidades de venda são tão grandes e os mercados tão diferenciados que é possível você se descobrir um grande vendedor mesmo sem nunca ter pensado em seguir nesse ramo.

Uma boa dica é buscar por produtos que tenham mais a ver com seu estilo de vida. Por exemplo, se você tem ou quer ter um estilo de vida mais saudável, pode focar na venda de produtos naturais e de suplementos alimentares; se está sempre ligado nos cuidados com a pele e os cabelos, pode vender cosméticos e produtos de higiene; se adora pets, pode vender produtos específicos para os bichinhos de estimação, e assim por diante! Dessa forma, você vai saber falar com mais facilidade e naturalidade, além de muito provavelmente já conhecer pessoas que consomem esses produtos. É um bom primeiro passo para treinar métodos de vendas e vencer a timidez.

Até mesmo as pessoas mais tímidas podem usar de artifícios de vendas como as ferramentas digitais, por exemplo as redes sociais. As redes sociais são uma ótima vitrine para conquistar pessoas para a sua rede de revendedores e também, é claro, para mostrar seus produtos. Para saber mais sobre como usar as redes sociais a seu favor no marketing multinível, acompanhe nossas matérias e assine nosso newsletter!

 

Então o Marketing Multinível é o negócio perfeito?  

Vamos com calma. Como todo modelo, o Marketing Multinível tem algumas desvantagens e algumas coisas que as pessoas não costumam contar, mas nós vamos falar delas para que você possa estar preparado.

Primeiro, tenha cuidado com promessas tentadoras demais. Analise bem as propostas oferecidas, a quantidade de trabalho e de lucro, usando sempre o bom senso. Desconfie de empresas que prometem dinheiro rápido e fácil, pois não existe crescimento sem trabalho duro. Como já dissemos anteriormente, existe uma flexibilidade muito interessante nesse ramo, mas é sempre bom lembrar que o lucro costuma ser proporcional ao esforço investido, e quando dizemos esforço, estamos falando de estudo, tempo e dedicação.

Outro ponto que você deve prestar atenção é o comprometimento das pessoas com quem você está se envolvendo. Isso quer dizer que você tem que estar de olhos abertos para todos, desde a pessoa que te recrutou (se você chegou ao Marketing Multinível por meio de um amigo ou conhecido), até o cliente final.

Quando você recruta ou é recrutado para o Marketing Multinível, tem que entender que existe uma relação de responsabilidade. Quem recruta deve dar suporte, oferecer ajuda, mostrar dicas para ser bem-sucedido e até mesmo fazer ou indicar treinamentos. Quem se compromete deve saber que esse, como todos os tipos de negócio, depende de vários fatores, como já falamos acima, inclusive sorte. Tome cuidado para não se envolver ou se tornar uma dessas pessoas impulsivas, que formam redes só por formar, sem se preocupar que os distribuidores não tenham experiência ou vontade de dar certo. Isso pode sujar o seu nome e o nome da empresa que está representando, a partir do momento que essas pessoas se tornam incômodas para o cliente.

Não podemos deixar de falar também dos clientes. É claro que você vai vender para vários tipos de pessoas, conhecidas e desconhecidas, e não dá para saber o perfil de cada uma. De qualquer forma existem algumas medidas que devem ser tomadas para que o seu negócio dê certo. A primeira delas é em relação aos amigos e conhecidos. Muitas vezes o cliente é seu amigo, por isso você acaba criando condições diferentes, como aceitar o pagamento em um dia diferente ou parcelar o valor de uma forma que você não costuma fazer. Cuidado para que isso não acabe criando uma situação difícil, que pode te prejudicar. Se o seu amigo esquecer de te pagar, por exemplo, crie estratégias para cobrar. Muitas pessoas não fazem isso por vergonha e acabam saindo no prejuízo. Outra questão que pode dar dor de cabeça é a encomenda de produtos. As vezes o cliente quer um ou alguns produtos que você não tem no momento, e você adquire para poder atender ao pedido dele. Mas se o cliente desistir, você pode ter dificuldade de vender para outra pessoa e recuperar o investimento feito. Para tentar minimizar isso, você pode explicar ao cliente e pedir o pagamento adiantado, ou mesmo cobrar um sinal, um valor simbólico para que a pessoa se comprometa com o pedido e para que, caso desista, você não tenha que arcar com o prejuízo sozinho.

Você deve se atentar também ao investimento que o negócio pede. No Marketing Multinível, geralmente o custo para adquirir os kits ou produtos não é alto, principalmente se formos comparar com o custo para abrir qualquer tipo de negócio formal, como uma loja. As empresas também costumam oferecer opções com valores diferentes, de acordo com o que o revendedor está disposto a gastar. O investimento passa a ser um risco quando as mercadorias adquiridas são muito difíceis de vender. Isso pode acontecer com produtos caros, com marcas desconhecidas ou nichos de mercado muito específicos. É aí que entra uma coisa que sempre dizemos, mas não custa repetir: o seu conhecimento. Busque informações dos produtos que deseja vender, pergunte para as pessoas que já estão no ramo e converse com potenciais clientes.

Percebemos que a maior parte das desvantagens relacionadas ao Marketing Multinível pode ser solucionada com estudo e jogo de cintura. Fique ligado nas nossas dicas para fazer suas vendas decolarem!

 

Como vender no Marketing Multinível?

Você já deve ter entendido que o Marketing Multinível é uma das estratégias que mais faz milionários no mundo, e que muitas grandes empresas já adotaram esse modelo de vendas, então para quem busca uma fonte de renda alternativa, para quem quer mudar de ramo de trabalho ou mesmo ganhar um dinheiro extra para atingir um objetivo, esse é um ótimo negócio. Mas como começar a vender e se destacar nesse meio?

 

Se você está começando agora ou mesmo se já tem alguma experiência com vendas, a primeira dica é sempre observar e estudar estratégias de vendas. Delimite e conheça seu público, saiba falar a mesma linguagem que quem você está atendendo, conquiste a pessoa para que ela se torne seu cliente. As pessoas têm perfis diferentes, mas de forma geral, todos gostam de ser tratados com educação, respeito e de ganhar um elogio quando algo dá certo. Mas atenção aos exageros e mentiras! Talvez na hora você até consiga enganar seu cliente, mas quando ele se der conta, provavelmente nunca mais volte a comprar com você. No final, é sempre um bom negócio ser honesto.

Além de conhecer seu público, é importante que você conheça bem os produtos que está vendendo, os concorrentes e as novidades de mercado da sua área. Isso faz com que você possa vender com mais segurança, valorizando os pontos fortes da sua mercadoria, instruindo corretamente o consumidor e explorando nichos. Inclusive as melhores marcas costumam ter materiais explicando detalhadamente os produtos e a forma de utilização, para que você possa orientar o cliente da melhor forma possível. Escolha representar uma marca com um bom suporte ao revendedor para facilitar esse processo.

 

Estratégias de venda

Existem diversas formas de chegar ao seu público. Isso vai depender tanto do seu perfil quanto de quem você quer atingir. Se você já conseguiu cumprir a dica acima de delimitar e conhecer seu público, já consegue ter uma ideia de qual das estratégias que vamos explicar pode funcionar melhor. Se você ainda tem dúvidas nesse sentido, pode experimentar e observar qual delas combina mais com seu estilo de vendas. Vamos mostrar algumas opções:

Party plans: é possível organizar encontros para conhecer pessoas que possam se interessar em fazer parte da sua rede de vendedores no Marketing Multinível ou até mesmo para chegar ao seu cliente final, vendendo seus produtos. Party plan é o nome que se dá a qualquer um desses encontros, que pode ser desde uma reunião até um café. Se você está falando com um público formal, é interessante pensar em uma apresentação, um pequeno evento, ou um jantar de negócios. Providencie convites e dê preferência para a entrega pessoalmente. Um pequeno mimo também cai bem. Por outro lado, se você quer atingir um público mais informal, é possível fazer uma demonstração ou um café, mais ao estilo “encontro entre amigos”. Nesse formato, é possível convidar por eventos criados nas redes sociais, mensagens e boca a boca. Pense em uma maneira de chamar a atenção, como sorteio de produtos ou a possibilidade de aprender alguma coisa, como uma forma diferente de utilizar o produto que você está vendendo.

Redes sociais: Já falamos um pouco sobre como utilizar as redes sociais para conquistar parceiros comerciais no Marketing Multinível e clientes. Primeiramente é preciso ter perfis nas redes sociais que sejam atrativos para seu público. Textos claros, fotos nítidas e atenção na interação com o público são alguns dos elementos essenciais. Procure criar ambientes propícios para a compra. Informações sobre entrega, prazo e forma de pagamento são imprescindíveis. Mostre por que o seu cliente deve comprar o seu produto, e melhor ainda, por que ele deve comprar com você. Coloque-se sempre à disposição para responder mensagens e tirar dúvidas. O interessante da utilização das redes sociais é que costuma ser mais fácil para quem é tímido, já que evita o contato pessoal e é possível criar frases mais ou menos estabelecidas para cada assunto. Para mais dicas sobre esse método de vendas, leia nossos artigos anteriores sobre como vender nas redes sociais!

Vendas porta a porta: tire da cabeça a ideia dos filmes americanos antigos onde revendedores literalmente batiam à porta dos clientes. As vendas portam a porta também se modernizaram, e hoje isso quer dizer que você pode e deve frequentar espaços onde seu público está, como por exemplo locais de trabalho, academias e salões de beleza. Muitas pessoas não têm tempo ou mesmo disposição de ir em lojas físicas, portanto ter um revendedor no local de trabalho ou em algum lugar que já faz parte do dia a dia pode ser interessante. Tome cuidado apenas para não ser muito invasivo, lembrando que as pessoas estão exercendo outras atividades. Sempre observe, pergunte se é um bom momento, coloque seus produtos à disposição e entregue cartões. Tenha calma para esperar caso seja necessário. Criar uma rotina também pode ser interessante para fidelizar clientes, como por exemplo passar a cada quinze dias ou uma vez por mês. Avise sobre essa rotina e as pessoas poderão se programar para comprar de sempre de você.

Você é sua melhor vitrine: é importante que você se identifique com os produtos que vende. Não adianta vender cosméticos e não usar nenhum tipo de creme ou maquiagem, representar uma marca de produtos naturais e não cuidar da saúde, ou ainda trabalhar com produtos para animais e odiar bichos de estimação. Você tem que acreditar no que está vendendo, para que, quando alguém te perguntar como você faz para ficar com os cabelos tão bonitos ou qual é o perfume gostoso que está usando, você pode responder com confiança que você vende esse produto e ele realmente é muito bom!

Se você gostou dessas dicas e quer saber mais sobre estratégias de venda em marketing multinível, assine nosso newsletter agora mesmo e não perca nenhum artigo!

Tags:

Voltar para Blog

Oportunidade Cless

Estamos construindo a maior rede de empreendedores do Brasil.

Junte-se a nós!